Algum tempo atrás descobri o sway.com, confesso que adorei e até coloquei algo no ar usando ele.

Esta semana reparei num novo ícone docs.com e lá fui eu descobrir do que se tratava.

Confesso que adorei e na empolgação já fui logo colando o primeiro rascunho do meu livro (menos de 60 páginas ainda, sem imagens) que estou montando no Google Docs e não travou nada até agora.

Cheguei até a fazer uma propaganda no face:

Qual não foi a minha surpresa ao receber a mensagem “você excedeu seus limites e precisa APAGAR algo para conseguir salvar”.

É, triste, muito triste. Fui conferir os limites e descobri que nem a versão paga vai me cobrir. E agora? Jogo tudo fora, certo?

De que adianta continuar, apagar para salvar, e parar no meio do livro?

Inclusive a inserção (do que coube) deveria aparecer aí do lado direito “Eu no docs”, mas nem sempre aparece.

Virou lixo e tempo desperdiçado. Claro que é uma grande oportunidade que a Microsoft está perdendo com estes limites. Como sempre, resolvi contar isso diretamente para eles. Recebi uma resposta bem educadinha, mas solução que é bom, nada.

11 M pessoas curtiram isso
Computadores (marca)

Preciso de ajuda, já escrevi nos comentários da página, mas nao vejo online. Foi para aprovação?
Grata
Por que inventaram estes limites, até na versão paga? Liberem isso. A ferramenta é fantástica para criação e montagem de conteúdos mais extensos (livros).
Muitos escritores podem se adaptar a ela para organizarem suas postagens de blog em formato livro.
Criem um adicional pago para facilitar o livro publicado. Imaginam nosso mercado editorial inundado de livros a partir de postagens de blog? A editoras podem até pagar para vocês para disponibilizarem a plataforma para os editores.
trabalho em ti desde 1991, já atuei em muitas frentes diferentes e estou produzindo na net desde que ela chegou no Brasil. Analisem a minha sugestão com atenção.
marciasisi@hotmail.com, mcsisi@gmail.com entre outros
Fim da conversa no bate-papo

Comentário, dica, sugestão, reclamação… entendam como quiserem e usem como puderem. Agora é torcer para. Vou mudar de plataforma pra fazer meu livro, sabe Deus quanto tempo vão demorar para entender essa coisa de GRÁTIS dá lucro.

Verdade que estão até de parabéns com tanta coisa já disponível gratuitamente. Falando nisso, adorava o OneNote e fiquei feliz quando foi pra ala grátis. Pena que de tanto perder conteúdo importante por pau no sistema eu nunca mais usei ele pra coisa séria.

Novidades da Microsoft
Classificado como: